Condomínios residenciais de Goiânia investem em sistema de biometria para aumentar segurança

 

Condomínios residenciais de Goiânia investem em sistema de biometria para aumentar segurança.

índicos e moradores de condomínios residenciais de Goiânia procuram reforçar a segurança nas portarias e até mesmo nas áreas de lazer. O sistema biométrico pela digital tem se tornado bastante comum. Além disso, um segundo cadastro é feito, chamado de “dedo do pânico”, para casos de tentativas de coação ou furto. Segundo o especialista em tecnologia de segurança de condomínios Walter Uvo, para tentar evitar as tentativas de assalto a condomínios e reforçar a segurança, algumas tecnologias que antes eram usadas somente em empreendimentos comerciais começaram a se popularizar nos residenciais, como o controle biométrico. Ele afirma que cerca de 95% dos acessos ao condomínio são realizados eletronicamente, o que diminui a probabilidade de a portaria ser enganada por alguém mal-intencionado. É o mesmo sistema que funciona nos bancos: para fazer alguma transação ou saque é necessária sua biometria, ou seja, somente você pode realizar o procedimento. O estudante de administração Célio Borges Filho, de 20 anos, morador há um ano de um condomínio de casas com sistema biométrico, no bairro Vila São João, conta que o sistema passa bastante segurança aos moradores. Seu condomínio investiu em uma portaria remota, sem porteiro, e há somente um zelador durante o dia.

Fonte: G1 (Globo.com) - Vanessa Chaves

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *